Aproveite oito benefícios da quinoa para a saúde

blogdadrika29042016

Grão é rico em proteínas e pode ajudar no emagrecimento

 

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação elegeu 2013 como o Ano Internacional da Quinoa. E o que ela tem de tão especial? Cultivada nos Andes, a quinoa é parte importante da alimentação dos habitantes da região, sendo consumida nos países andinos como um equivalente do arroz aqui no Brasil – porém, carrega diversos nutrientes que não estão presentes no grão mais famoso do nosso país. Geralmente vendida em grãos moídos, como uma espécie de farinha, quinoa pode ser encontrada no Brasil em supermercados e em lojas de produtos naturais. De acordo com o nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia, não existe uma recomendação certa para o consumo diário de quinoa. “Pensando em uma dieta de 2 mil calorias, podemos dizer que duas colheres de sopa por dia são suficientes”, afirma.

  • Cheia de proteínas, ótima para os músculos

Segundo o nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia, a quinoa é uma das melhores fontes de proteína do reino vegetal. Ele explica que nosso corpo depende de uma série de aminoácidos (compostos que formam as proteínas) para funcionar corretamente, e muitos deles são conseguidos apenas pela alimentação. “A quinoa possui todos os aminoácidos essenciais, sendo portanto um alimento de alto valor biológico”, diz o especialista. Seguindo os padrões da Organização Mundial de Saúde (OMS), a quinoa é uma fonte de proteínas comparável ao leite. Para entender as quantidades, cada 100g de quinoa possui 12g de proteínas, quantidade superior a encontrada na soja, no trigo, no arroz e na aveia, mas inferior a encontrada na chia. Se compararmos com o leite, ele tem em média 9g de proteínas em 100g, mas são 150 calorias contra as 336 da quinoa. A proteína tem papel importante na formação dos músculos e na manutenção da saúde do tecido muscular, com a função de reparar as micro lesões que acontecem normalmente nos músculos quando praticamos alguma atividade física.

  • Afasta doenças cardiovasculares

A quinoa também ganha de outros grãos quando o assunto é quantidade de gorduras – são 6,1g de lipídeos em 100g de quinoa contra 1,5g do trigo e 1,0g da soja, por exemplo. As gorduras presentes na quinoa são o ômega 3 e o ômega 6, ambas benéficas para o organismo, ajudando principalmente na prevenção de doenças cardiovasculares. Um estudo feito pela Faculdade de Tecnologia de Marília, em São Paulo, descobriu que após 30 dias apenas de ingestão da quinoa em forma de barra de cereal já é possível notar uma redução do colesterol total e triglicérides, tendo impacto positivo no coração. Os resultados foram publicados em junho de 2012 na revista Ciência e Tecnologia de Alimentos.

  • Mais ferro que o feijão

“A quinoa é um dos grãos que tem maior teor de ferro (10,9g por 100g de quinoa), perdendo apenas para o amaranto (17,4g por 100g), mas com a vantagem de ser bem menos calórico”, afirma o nutricionista Israel Adolfo, de São Paulo. Para entender melhor o que essa proporção significa, o nutricionista explica que a quinoa possui aproximadamente 550 vezes mais ferro que o feijão. “No entanto, é importante ressaltar que o ferro de origem vegetal não é absorvido tão facilmente pelo nosso organismo como aquele presente nas carnes”, alerta o nutricionista. “Uma boa dica para aumentar a absorção desse tipo de ferro é o consumo de frutas cítricas, como a laranja”, completa.

  • Protetora do ossos

Os especialistas afirmam que a quinoa possui cerca de 66g de cálcio por 100g do grão, quantidade superior a do arroz, trigo, centeio, feijão e cevada, mas inferior a da aveia, do milho, da soja, da linhaça, do amaranto e da chia, que dos grãos é a mais rica em cálcio. “Cabe salientar que a melhor fonte de cálcio ainda são os alimentos lácteos, pois eles possuem menos calorias que os grãos, podendo ser consumidos em maior quantidade”, diz o nutricionista Israel. “Mas nada impede que a quinoa seja uma aliada no combate à doenças como osteoporose.”

  • Dá uma força na dieta

Por ser uma boa fonte de fibras, a quinoa estimula a mastigação e diminui o esvaziamento gástrico, ajudando na saciedade. “As fibras demoram mais que os carboidratos para serem transformados em glicose, evitando picos de insulina e adiando a fome”, afirma o nutrólogo Roberto.

  • Vitaminas para o cérebro

Apesar de possuir as vitaminas C e E em sua composição, que são poderosos antioxidantes e anti-inflamatórios, não é por esses nutrientes que a quinoa é reconhecida. O grão se destaca por ser uma fonte importante das vitaminas do complexo B – mais especificamente as vitaminas B1, B2, B3, e B6. “Elas são parte essencial para o bom funcionamento do nosso sistema nervoso, manutenção muscular e síntese de hormônios”, declara Israel Adolfo.

  • Reforço para a imunidade

Importante para o fortalecimento do sistema imunológico e melhor cicatrização, o zinco é outro nutriente abundante na quinoa, compondo cerca de 8mg por 100g do grão. “Seu teor de zinco é maior que o de outros grãos, como arroz, milho, trigo, aveia, centeio, soja, feijão, amaranto e cevada”, afirma o nutricionista Israel.

  • Indicada para celíacos

“Por não conter glúten, a quinoa pode ser consumida sem problemas pelo portadores de doença celíaca, podendo inclusive substituir a farinha de trigo em receitas como pães, massas e bolos”, diz o nutrólogo Roberto. De acordo com os especialistas, uma xícara de farinha de trigo equivale a aproximadamente uma xícara de farinha de quinoa.

Artigo por Carolina Serpejante

Fonte de referência : Minha Vida
http://www.minhavida.com.br/alimentacao/galerias/15999-aproveite-oito-beneficios-da-quinoa-para-a-saude/

Como foi minha dieta

blogdadrika25042016

Essa transformação foi antes da abdominoplastia que fiz para tirar o q sobrou da pele na barriga e em 8 meses eliminei 35kg somente com dieta e atividade física diária. A pergunta q mais recebo: ME PASSA A SUA DIETA?

Eu comecei minha reeducação alimentar sozinha e sem nutricionista, fiz 10 dias de Dukan mas fui orientada pelo professor da academia que só proteínas me faria sentir mal na academia então inseri no meu dia a dia muitas frutas, legumes e carboidratos de baixo índice glicêmico. Volto a falar PEGUEM O HABITO DE PESQUISAR NO GOOGLE PORQUE NÃO CONSEGUIMOS RESPONDER TUDO, eu aprendi tudo no Google, uma pessoa falou do goji berry corri no Google e pesquisei as propriedades, benefícios e etc … E assim fiz com tudo o que eu não conhecia e via as pessoas usarem.

Cortei o pão ate integral porque não sabia me controlar e para emagrecer tinha q comer só 1 fatia mas em dietas antigas eu atacava os pães q sobravam durante a tarde e desistia então achei melhor nem comprar dessa vez e meu carbo matinal veio de sucos, grãos e farelos. Almoço e janta aprendi a comer saudável, tirei as frituras da minha vida, tirei arroz e comia legumes e batatas de baixo índice glicêmico, mas agora já como 2 colheres de arroz integral as vezes e sempre uma proteína magra. Jantar sempre evitava carboidratos e sempre foi salada com frango ou peixe.

EU DESCOBRI que assim não era dieta e sim novos hábitos e tinha consciência que as calorias que colocava no prato eu tinha q gastar na chata da esteira então menos gulodice = menos sacrifício na academia. VOCÊ SABE O QUE ENGORDA E O QUE EMAGRECE E COME DE TEIMOSA. SABE QUE CORRER E CAMINHAR EMAGRECE E INVENTA DESCULPAS PARA NÃO IR. Se controla e SE AME!!! Dietas você abandona e reeducação alimentar é para sempre!!!

Maçã é aliada da dieta e ajuda a controlar o colesterol

blogdadrika22042016

 

Fruta é rica em potássio, fibras, vitaminas C e do complexo B

A maçã é um fruto muito consumido no mundo todo. É originária da Ásia, sendo cultivada há milhares de anos na Europa e Ásia e trazida para a América pelos colonizadores europeus.

A maçã pode ser encontrada praticamente o ano todo. Mas os melhores meses são: fevereiro a maio e agosto para a maçã nacional, setembro a dezembro para a Fuji, fevereiro a maio para a gala e novembro e dezembro para a importada. Ela é uma fruta que se conserva por bastante tempo mantendo o seu valor nutritivo.

Uma unidade possui em média 75 kcal, apresenta baixos teores de gordura e de proteína, mas é rica em fibras. Apesar de possuir quase 20 g de carboidrato, ela é uma fruta de baixo índice glicêmico. Possui boas quantidades de vitamina C e de potássio. Também conta com vitaminas do complexo B e magnésio.
Um dos principais minerais da maçã é o potássio, indispensável na geração de energia para as células, importante na contração muscular e na transmissão de estímulos nervosos, sendo indispensável para a saúde cardiovascular.

A presença de fibras, especialmente a pectina do tipo solúvel, produz uma massa gelatinosa que absorve os ácidos biliares no intestino, eliminando-os junto com as fezes. Assim, para formar mais ácidos biliares o organismo mobiliza colesterol sanguíneo. Desse modo, o consumo de maçã pode estar associado com a regulação dos níveis de gordura e colesterol no sangue.

Além disso, o baixo índice glicêmico associado à presença de fibras torna a maçã uma boa escolha para dietas de redução de peso, por seu poder de saciedade.

Os seus benefícios à saúde também estão muito relacionados com a presença de um flavonoide chamado quercetina, muito presente na casca da maçã, que possui propriedades farmacológicas, tais como ação anti-inflamatória, antioxidante e até mesmo anticarcinogênica.

Sua ação anti-inflamatória pode ser relacionada com o impedimento da ação da histamina durante as reações alérgicas e inibindo a formação de leucotrienos. Já o mecanismo de ação da quercetina como agente anti proliferativo de células tumorais é através de sua capacidade anti-mutagênica e de seu poder antioxidante.

A associação entre fibras solúveis e antioxidantes é responsável pela diminuição do risco de doenças cardiovasculares. As fibras solúveis diminuem a taxa de absorção de gordura intestinal e aumentam a eliminação de colesterol pelas fezes. E os antioxidantes previnem a oxidação e deposição do colesterol nos vasos e tem efeito anti-inflamatório.

Para se ter os benefícios citados, a melhor forma de consumir a maçã é in natura e com a casca. Quando consumida na forma de suco, por exemplo, o teor de fibras e de nutrientes é reduzido.

Não existe uma recomendação diária de consumo de maçãs. Estudos com relação a prevenção de câncer, mostram que o consumo de uma unidade por dia pode ter efeitos protetores. Porém o ideal na dieta é a variedade e o consumo de 2 a 3 porções de frutas frescas por dia.

*Texto elaborado com a colaboração da nutricionista Fabiana Honda, da PB Consultoria em Nutrição.

Artigo de especialista: Patricia Bertolucci – NUTRIÇÃO – CRN 5984/SP

Fonte de referência : Minha Vida
http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/18000-maca-e-aliada-da-dieta-e-ajuda-a-controlar-o-colesterol