Maçã é aliada da dieta e ajuda a controlar o colesterol

blogdadrika22042016

 

Fruta é rica em potássio, fibras, vitaminas C e do complexo B

A maçã é um fruto muito consumido no mundo todo. É originária da Ásia, sendo cultivada há milhares de anos na Europa e Ásia e trazida para a América pelos colonizadores europeus.

A maçã pode ser encontrada praticamente o ano todo. Mas os melhores meses são: fevereiro a maio e agosto para a maçã nacional, setembro a dezembro para a Fuji, fevereiro a maio para a gala e novembro e dezembro para a importada. Ela é uma fruta que se conserva por bastante tempo mantendo o seu valor nutritivo.

Uma unidade possui em média 75 kcal, apresenta baixos teores de gordura e de proteína, mas é rica em fibras. Apesar de possuir quase 20 g de carboidrato, ela é uma fruta de baixo índice glicêmico. Possui boas quantidades de vitamina C e de potássio. Também conta com vitaminas do complexo B e magnésio.
Um dos principais minerais da maçã é o potássio, indispensável na geração de energia para as células, importante na contração muscular e na transmissão de estímulos nervosos, sendo indispensável para a saúde cardiovascular.

A presença de fibras, especialmente a pectina do tipo solúvel, produz uma massa gelatinosa que absorve os ácidos biliares no intestino, eliminando-os junto com as fezes. Assim, para formar mais ácidos biliares o organismo mobiliza colesterol sanguíneo. Desse modo, o consumo de maçã pode estar associado com a regulação dos níveis de gordura e colesterol no sangue.

Além disso, o baixo índice glicêmico associado à presença de fibras torna a maçã uma boa escolha para dietas de redução de peso, por seu poder de saciedade.

Os seus benefícios à saúde também estão muito relacionados com a presença de um flavonoide chamado quercetina, muito presente na casca da maçã, que possui propriedades farmacológicas, tais como ação anti-inflamatória, antioxidante e até mesmo anticarcinogênica.

Sua ação anti-inflamatória pode ser relacionada com o impedimento da ação da histamina durante as reações alérgicas e inibindo a formação de leucotrienos. Já o mecanismo de ação da quercetina como agente anti proliferativo de células tumorais é através de sua capacidade anti-mutagênica e de seu poder antioxidante.

A associação entre fibras solúveis e antioxidantes é responsável pela diminuição do risco de doenças cardiovasculares. As fibras solúveis diminuem a taxa de absorção de gordura intestinal e aumentam a eliminação de colesterol pelas fezes. E os antioxidantes previnem a oxidação e deposição do colesterol nos vasos e tem efeito anti-inflamatório.

Para se ter os benefícios citados, a melhor forma de consumir a maçã é in natura e com a casca. Quando consumida na forma de suco, por exemplo, o teor de fibras e de nutrientes é reduzido.

Não existe uma recomendação diária de consumo de maçãs. Estudos com relação a prevenção de câncer, mostram que o consumo de uma unidade por dia pode ter efeitos protetores. Porém o ideal na dieta é a variedade e o consumo de 2 a 3 porções de frutas frescas por dia.

*Texto elaborado com a colaboração da nutricionista Fabiana Honda, da PB Consultoria em Nutrição.

Artigo de especialista: Patricia Bertolucci – NUTRIÇÃO – CRN 5984/SP

Fonte de referência : Minha Vida
http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/18000-maca-e-aliada-da-dieta-e-ajuda-a-controlar-o-colesterol

Lichia tem Vitamina C e compostos fenólicos

blogdadrika07042016

 

😋 Lichia tem Vitamina C e compostos fenólicos

A lichia é excelente fonte de vitamina C, cada 100 gramas do fruto apresenta 71,5 mg da vitamina, o que ajuda a prevenir gripes e resfriados. Além de possuir ação antioxidante, auxiliando no combate de doenças crônico degenerativas, câncer e problemas de coração.

A vitamina C ainda ajuda a controlar a taxa de colesterol no sangue e faz bem para a pele. Alguns trabalhos científicos também já apontaram que o consumo da polpa branca da Lichia, rica em flavonoides, pode prevenir o crescimento de células cancerosas.

O pericarpo (casca) da lichia contém quantidades significantes de compostos fenólicos, antocianinas que são os principais polifenóis, indicando-a como um potente eliminador de radicais livres e possuindo uma forte atividade antioxidante utilizada na prevenção de uma série de doenças.

As antocianinas desempenham uma função farmacológica importante contra várias doenças, como cardiovasculares, doenças crônico degenerativas, câncer, inflamações, imunidade baixa e alergias.

Outros nutrientes

Destaca-se a quantidade do mineral potássio presente, apresentando 171 mg por 100 gramas da fruta, ajudando a manter a pressão arterial e a retenção de líquidos sob controle.

Ainda podemos citar a presença de vitaminas do Complexo B na sua composição, tornando a lichia uma ativadora de metabolismo. Por ter uma ótima quantidade de líquidos na sua composição, a lichia contribui para a boa hidratação do organismo.

Ajuda a queimar gorduras

Um trabalho científico realizado na Universidade de Hokkaido, no Japão, analisou a perda de gordura abdominal em voluntários que receberam extrato de lichia. Ao final de dez semanas, eles queimaram 15% a mais de gordura na região da barriga do que os participantes tratados com placebo, o médico Jun Nishihira, que realizou a pesquisa, concluiu que o efeito obtido se deve à cianidina presente na fruta.

Além disso, cada 100 gramas de lichia, entre 8 e 15 unidades, dependendo do tamanho, possui cerca de 65 calorias. É uma quantidade baixa. Por isso, a fruta é indicada para quem deseja emagrecer.

As poucas calorias da lichia são, em sua maioria, provenientes do carboidrato da fruta. Devemos lembrar que, para perder peso é necessário um plano alimentar pessoal, harmônico e atividade física incorporada a vida, só a lichia não faz milagre.

“As informações e sugestões contidas no artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.”

Artigo de especialista Dr. Edson Credidio – NUTROLOGIA – CRM 42445/SP

Fonte de referência : Minha Vida
http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/17231-lichia-tem-acao-antioxidante-e-ajuda-a-queimar-gorduras

Quanto consumir de sal?

blogdadrikadicas

 

Vou deixar uma dica para vocês. Que tal balancear o consumo de sal?
A substância é rica em sódio e iodo, dois minerais bastante distintos que devem ser consumidos de forma equilibrada.
O excesso de sal causa retenção de líquidos e inchaço, porém a falta dele pode afetar o equilíbrio das nossas células e a transmissão dos impulsos nervosos.
O Iodo é considerado o mineral que mais faz falta na população mundial, pois o corpo não o sintetiza e ele deve provir diretamente das nossas refeições. Enquanto o sódio permite evitar câimbras e conservar o tônus muscular.
Recomenda-se a ingestão máxima de 2 g de sódio por dia, o equivalente a uma colher de chá.

Dra. Melissa Antoun

insta fb.com/dicadamelissaantoun
insta @melissaantoun

Curriculum

  • Médica, com residência em ginecologia pela UFU
  • Pós graduação em medicina estética pela ASIME
  • Pós graduação em Medicina Antiaging pela UNIP São Paulo
  • Titulada pela American Academy of anti aging Medicine
  • Pós graduação em Nutrologia pela Abran com Título de especialista
  • Nutrologia pela ABRAn e CFM, AMB